O borderline e a instabilidade da autoimagem

É lugar comum associar o indivíduo border à busca incessante pelo preenchimento de seu vazio crônico através de relacionamentos. Uma explicação pra isso é o empobrecimento em sua constituição do senso de eu. Eu explico.

Desde meus 14 anos que eu venho tingindo meu cabelo e já perdi as contas para quantas cores já mudei. É como se eu não existisse com meu cabelo natural e precisasse de uma nova imagem no espelho pra aliviar esse sofrimento. Eu não sei quem eu sou e aí está a raiz de todas minhas vulnerabilidades. Quando não se sabe quem se é, nem o que se quer, qualquer coisa serve. Nessa pandemia não aguentei e acabei fazendo em mim mesma um novo corte. Fico querendo resistir e permanecer ao natural, com o mínimo possível de alterações, forçar a dar volume a uma personalidade quase inexistente, mas vira e mexe me vem a vontade de voltar para o loiro novamente para confortar meu coração.

Agora que estou fazendo a Terapia Cognitivo Comportamental há mais ou menos um ano (contando o intervalo do início do isolamento), consigo pelo menos perceber meu funcionamento e compartilhar minha visão com vocês para ajudá-los. Hoje eu consigo enxergar um monte de coisas que não conseguia antes e isso é um grande passo. Esta modalidade psicoterapêutica atua na mudança de perspectiva sobre alguns campos da vida e sim, enxergar o copo meio cheio ou meio vazio faz toda a diferença. Suponho que vá conseguir passar mais tempo lidando melhor com minha versão original. Se não conseguir não tem problema em mudar também não, desde que isso não me cause sofrimento. Desde que eu não abra mão dos meus valores quando for necessário, desde que eu saiba me priorizar e aonde quero chegar. =)

Um comentário em “O borderline e a instabilidade da autoimagem

Deixe uma resposta para randomrandomdata Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: